Angola Formativa
Blogs

Kuduro é um género musical e sobretudo um género de dança surgida em Angola. É influenciado por outros géneros como Sungura, Kizomba, Semba, Ragga, Afro House e Rap.

Recentemente, o Kuduro tornou-se um fenómeno musical em todos os países de língua portuguesa, assim como em outras partes do mundo, principalmente após o lançamento dos hits Vem Dançar Kuduro e Danza Kuduro, dos cantores Lucenzo e Don Omar.

O kuduro surge em finais dos anos 80, primeiro como uma dança e com o passar do tempo evoluindo para um género musical, estilo house africano em que se mistura elementos electrónicos com o folclore tradicional, feito pelo povo mais pobre de Luanda e com os meios precários que dispunham.

A música é peculiar no uso de breaks e funk muito utilizados nos anos 80 para criar melodias, mas utilizando loops e letras explícitas, que acabam por ser um reflexo de boa parte da população.

O nome da dança referia-se a um movimento peculiar em que os dançarinos parecem ter o quadril duro, simulando uma forma agressiva e agitada de dançar como os golpes de Van Damme, que segundo Tony Amado, auto-proclamado criador do Kuduro, foi de onde surgiu a ideia da dança, depois de o mesmo ver o filme de 1988, de Jean Claude Van Damme,(kickboxer), o desafio do dragão.

Em que ele aparece num bar, todo bêbado, a dançar com um estilo muito rijo e pouco habitual para aquela época. As letras caracterizam-se pela sua simplicidade e humor.

São geralmente escritas em português, e muitas vezes com algum vocabulário de línguas angolanas (por exemplo, kimbundo, kikongo, etc.), tais como as musicas Kassumuna de Tony Amado; Felicidade de Sebem; Tchiriri de Magnésio; I am de Bruno M; Comboio dos Lambas; Bongo de Noite e Dia entre outros sucessos.

Primeiro Kuduro: Video

Kuduro Atual: Video





Deixe um Comentário

Deixe aqui o teu comentário ou a pergunta sobre o tópico para ajudar a comunidade ou para que a comunidade o ajude a si

Indique os 5 números apresentados na imagem abaixo.

security code

Comentários

A carregar os comentários...

©2019 ASGLOBAL // Viana - Luanda - Angola | Webdesign AngolaBYDAS

Voltar ao Inicio