Angola Formativa
Blogs

Por volta do ano de 1400, surgiu o Reino do Congo mais tarde destacou-se deste no sul o Reino do Ndongo que era habitado pela etnia Kimbundu, e seu rei tinha o título de Ngola. Daí a origem do nome de Angola.

O continente africano é considerado como o berço da humanidade. O território do actual estado angolano, é habitado desde o Paleolítico Superior. Em Angola, no Deserto do Namibe forem encontradas gravuras rupestres nas rochas. Trata-se das gravuras do Tchitundu-Hulo atribuídas aos antepassados dos khoisan.

As guerras entre as tribos eram frequentes. Os habitantes mais tardios eram obrigados a combater os que já estavam estabelecidos para conquistar as suas terras. Para se defenderem, os povos construíam muralhas em volta das sanzalas. Por isso, há em Angola muitas ruínas de antigas muralhas de pedra.

Angola tem um território 13 vezes e meia maior que Portugal.

A província de Cabinda é um enclave, separado do resto do país pela República Democrática do Congo.

Angola é rica em diamantes, petróleo e minério de ferro.

O café foi durante muitos anos a principal cultura do país.

Um passeio ao mercado de Futungo pode ser uma aventura. Os comerciantes frequentemente arranjam músicos com instrumentos tradicionais, tais como os marimbas e os kissanges, xingufos (chifres grandes do antílope) e cilindros para dar a sensação de um festival da vila. Os homens vestidos como guerreiros, a roupa desgastando das peles do antílope e do puma, os colares dos escudos e os chocalhos em seus tornozelos, adicionam ao sabor local do mercado.

O semba é um dos estilos musicais angolanos mais populares. A palavra semba significa umbigada.

O Roan Anthelope – Palanca Vermelha está em perigo de extinção em Angola devido à caça exagerada que ainda se pratica. Nas “terras do fim do mundo” assim se conhecia o Mucusso, havia manadas importantes destes animais.


A Palanca Negra Gigante é uma subespécie rara de antílope, endémica de Angola, que só pode ser encontrada na Província de Malanje. A palanca negra gigante é o símbolo nacional de Angola, e os angolanos têm grande respeito por este animal, onde segundo a mitologia africana simbolizam a vivacidade, velocidade e a beleza, e também dá o nome a seleção de futebol nacional.

 

Welwitschia é um género monotípico de plantas verdes gimnospérmicas cuja única espécie é a famosa Welwitschia mirabilis que só existe no deserto do Namibe em Angola.

É uma planta rasteira, formada por um caule lenhoso que não cresce, uma enorme raiz aprumada e duas folhas apenas, provenientes dos cotilédones da semente; as folhas, em forma de fita larga, continuam a crescer durante toda a vida da planta, uma vez que possuem meristemas basais.

Com o tempo, as folhas podem atingir mais de dois metros de comprimento e tornam-se esfarrapadas nas extremidades. É difícil avaliar a idade que estas plantas atingem, mas pensa-se que possam viver mais de 1000 anos.

  

Em 2003, a comissão constitucional angolana, ficou encarregada de esboçar uma nova constituição para Angola e propor novos símbolos nacionais, acabando por apresentar em 28 de Agosto de 2003 uma proposta para a nova bandeira de Angola.

A bandeira iria medir 180 cm de comprimento por 120 cm de largura, e estaria dividida em 5 faixas horizontais. As faixas inferior e superior azuis escuras, representam a liberdade, justiça e solidariedade. As duas faixas intermédias, de cor branca, representam a paz a unidade e a harmonia. A faixa central de cor vermelha, representa o sacrifício, tenacidade e heroísmo. No meio da faixa vermelha ficaria um sol amarelo com 15 raios, composto de três círculos irregulares concêntricos. A imagem é inspirada nas pinturas rupestres de Tchitundo-Hulu, na província do Namibe. O sol simboliza a identidade histórica e cultural e a riqueza de Angola.



Deixe um Comentário

Deixe aqui o teu comentário ou a pergunta sobre o tópico para ajudar a comunidade ou para que a comunidade o ajude a si

Indique os 5 números apresentados na imagem abaixo.

security code

Comentários

A carregar os comentários...

©2019 ASGLOBAL // Viana - Luanda - Angola | Webdesign AngolaBYDAS

Voltar ao Inicio