Notícias

Itália pede mais apoio no resgate de imigrantes ilegais

308 Visualizações | Luanda Digital

O apelo foi lançado pelo chefe da diplomacia italiana, Paolo Gentiloni, que pediu à UE uma maior participação nas operações de resgate e salvamento dos imigrantes ilegais, realizadas no Mar Mediterrâneo. O país pediu também respostas mais claras acerca dos locais para onde devem ser encaminhados os imigrantes resgatados no mar. A Guarda Costeira italiana identifica diariamente embarcações superlotadas de imigrantes, que viajam em risco de vida com o objectivo de chegar à Europa. No passado Domingo as autoridades resgataram 144 pessoas com vida e nove corpos de vítimas mortais, na sequência de um naufrágio que pode ter causado perto de 400 mortos.

Fonte: Luanda Digital

c

©2021 ASGLOBAL / Angola Formativa // Viana - Luanda - Angola | Agência WebdesignBYDAS

Voltar ao Inicio

superior

instituto

angola

politécnico

luanda

ciências

doutoramento

mestrado

licenciatura

estudar em angola

superior

instituto

angola

politécnico

luanda

ciências

doutoramento

mestrado

licenciatura

estudar em angola

superior

instituto

angola

politécnico

luanda

ciências

doutoramento

mestrado

licenciatura

estudar em angola

superior

instituto

angola

politécnico

luanda

ciências

doutoramento

mestrado

licenciatura

estudar em angola

superior

instituto

angola

politécnico

luanda

ciências

doutoramento

mestrado

licenciatura

estudar em angola

superior

instituto

angola

politécnico

luanda

ciências

doutoramento

mestrado

licenciatura

estudar em angola

superior

instituto

angola

politécnico

luanda

ciências

doutoramento

mestrado

licenciatura

estudar em angola

superior

instituto

angola

politécnico

luanda

ciências

doutoramento

mestrado

licenciatura

estudar em angola

superior

instituto

angola

politécnico

luanda

ciências

doutoramento

mestrado

licenciatura

estudar em angola

superior

instituto

angola

politécnico

luanda

ciências

doutoramento

mestrado

licenciatura

estudar em angola