Notícias

Huíla: Inscrições para admissão de 943 novos professores acontece este mês

189 Visualizações | Angop

Lubango - As inscrições para a admissão de 943 quadros para o sector da educação, sendo que 739 vagas estão destinadas a docentes, iniciam a 20 deste mês, anunciou nesta quarta-feira, no Lubango, o governador da Huíla, João Marcelino Tyipinge., Falando na abertura do primeiro encontro técnico trimestral do sector da educação na Huíla, João Marcelino Tyipinge informou que 204 serão colocados em áreas administrativas, no sentido de suprir as dificuldades que o sector regista. Segundo o governador, a quota atribuída à província está aquém das reais necessidades, o que representa apenas 23,8 porcento, ou seja há necessidade de três mil 95 agentes, com particular incidência para o ensino primário, para reabrir 104 escolas encerradas por esta razão. Indicou que no presente ano lectivo, o sector da educação matriculou 808 mil alunos, cifra superior ao número de habitantes de algumas províncias do país que beneficiaram de maior número de vagas. “ (….) esta é a quota possível para a nossa província e teremos que gerir de forma inteligente para minimizarmos o deficit do pessoal docente, por isso algumas recomendações se impõem para as autoridades administrativas municipais”, sublinhou. João Marcelino Tyipinge recomendou as comissões de júri que deverão seleccionar os novos quadros para o sector da educação mais rigor e a primar pela qualidade, por forma se ter um ensino de excelência. O dirigente referiu que as comissões de júri em todos os municípios devem primar pela selecção dos candidatos que se apresentarem melhores e que façam da profissão docente uma paixão e não oportunidade para ter simplesmente um emprego. De acordo com o governante, dada a realidade comportamental registada nos últimos concursos, aliada as constantes reclamações de diferentes autoridades administrativas municipais e as autoridades tradicionais, os candidatos que forem apurados deverão ser residentes ou fixarem-se onde forem colocados. O governador realçou que ao longo dos últimos anos se registaram casos de professores que passavam mais tempo nas estradas a viajarem do que na sala de aulas. Recomendou ainda e dada a exiguidade da quota que o processo das promoções aguardará pela criação de condições propícias, ou seja, pela disponibilização do fundo salarial para o efeito. A província da Huíla conta, actualmente, com 19 mil e 195 docentes que leccionam em mil e 826 escolas correspondente a mais de seis mil salas de aulas. Angop / Jt / Ms / Mf nnnn ,

Fonte: Angop

c

©2021 ASGLOBAL / Angola Formativa // Viana - Luanda - Angola | Agência WebdesignBYDAS

Voltar ao Inicio

angola

superior

ciências

luanda

doutoramento

mestrado

licenciatura

instituto

politécnico

estudar em angola

angola

superior

ciências

luanda

doutoramento

mestrado

licenciatura

instituto

politécnico

estudar em angola

angola

superior

ciências

luanda

doutoramento

mestrado

licenciatura

instituto

politécnico

estudar em angola

angola

superior

ciências

luanda

doutoramento

mestrado

licenciatura

instituto

politécnico

estudar em angola

angola

superior

ciências

luanda

doutoramento

mestrado

licenciatura

instituto

politécnico

estudar em angola

angola

superior

ciências

luanda

doutoramento

mestrado

licenciatura

instituto

politécnico

estudar em angola

angola

superior

ciências

luanda

doutoramento

mestrado

licenciatura

instituto

politécnico

estudar em angola

angola

superior

ciências

luanda

doutoramento

mestrado

licenciatura

instituto

politécnico

estudar em angola

angola

superior

ciências

luanda

doutoramento

mestrado

licenciatura

instituto

politécnico

estudar em angola

angola

superior

ciências

luanda

doutoramento

mestrado

licenciatura

instituto

politécnico

estudar em angola