Notícias

Guiné-Bissau: Governadores regionais e administradores de sectores com processos nos fóruns judiciais

285 Visualizações | Luanda Digital

Octávio Alves fez estas declarações à PNN durante a cerimónia de tomada de posse de dez novos administradores de sectores, indigitados pelo Partido da Renovação Social (PRS), no âmbito da sua participação no Governo liderado por Domingos Simões Pereira. «De acordo com o Inspector-geral do Ministério da Administração Interna, há alguns processos que estão nos tribunais e no Ministério Publico que resultam de inspecções e auditorias feitas à gestão de alguns governadores regionais e administradores sectoriais, e que a todos os níveis tem que haver controlo da forma como as pessoas usam dinheiro público, como se relacionam com a população, e sobre a forma como se interessam pelas questões do Estado», disse Octávio Alves. Neste sentido, o responsável máximo da pasta da Administração Interna disse haver a necessidade de saber que tipo de tramitações é que estes processos estão a ter nos fóruns judiciais, tendo sublinhado que qualquer pessoa indiciada nestes processos, e que tenha que responder, se apresente à justiça. Aos empossados, Octávio Alves apelou a que o exercício das suas novas funções seja feito em estrito cumprimento das leis da Guiné-Bissau, do interesse da população local, e não contra as razões e objectivos que ditaram a escolha das pessoas ora empossadas. Sobre o processo das eleições Autárquicas, o governante apelou a que desta vez seja mesmo realizado este último ciclo deste processo eleitoral que nunca foi realizado na Guiné-Bissau desde 1994, tendo orientado aos novos responsáveis para estes sectores a procederem ao levantamento de situações encontradas nos seus respectivos sectores, tal como acontecia nos tempos passados. A terminar, Octávio Alves apelou os novos governantes a trabalharem em colaboração com as estruturas superiores do Ministério da Administração Interna, nomeadamente através da Direcção-geral do Ordenamento e Administração do Território e Poder Local, Secretario de Estado do Ordenamento e Administração do Território, respectivamente Ester Fernandes e Abu Camará. Entre as pessoas empossadas constam Pate Fati, para o sector de Boé, Alberto Balde Pirada, região de Gabu, leste do país, Maria Ausenda Sam Nas, sector de Contubuel, região de Bafatá, também no leste, Natália Sã, sector de Bigene e Ingore, Augusto Quadé, sector de Bula, região de Cachéu, na zona norte, Cadjinha Na Tchina para o Sector de Komo, Bacar Balde, no sector de Bedanda, Cadi Inbunde, sector de Catio, região de Tombali, a sul do país, Sábado Endela para o sector de Nhacra, região de Oio, e Luís Cabi, Sector de Tite, região de Quinara, sul do país.

Fonte: Luanda Digital

c

©2021 ASGLOBAL / Angola Formativa // Viana - Luanda - Angola | Agência WebdesignBYDAS

Voltar ao Inicio

superior

angola

instituto

politécnico

luanda

ciências

licenciatura

doutoramento

mestrado

mestrados

superior

angola

instituto

politécnico

luanda

ciências

licenciatura

doutoramento

mestrado

mestrados

superior

angola

instituto

politécnico

luanda

ciências

licenciatura

doutoramento

mestrado

mestrados

superior

angola

instituto

politécnico

luanda

ciências

licenciatura

doutoramento

mestrado

mestrados

superior

angola

instituto

politécnico

luanda

ciências

licenciatura

doutoramento

mestrado

mestrados

superior

angola

instituto

politécnico

luanda

ciências

licenciatura

doutoramento

mestrado

mestrados

superior

angola

instituto

politécnico

luanda

ciências

licenciatura

doutoramento

mestrado

mestrados

superior

angola

instituto

politécnico

luanda

ciências

licenciatura

doutoramento

mestrado

mestrados

superior

angola

instituto

politécnico

luanda

ciências

licenciatura

doutoramento

mestrado

mestrados

superior

angola

instituto

politécnico

luanda

ciências

licenciatura

doutoramento

mestrado

mestrados