Faculdade de Medicina combate a febre-amarela

25-02-2016

A Faculdade de Medicina da Universidade Mandume Ya Ndemufayo está a desenvolver um plano de prevenção e controlo da febre-amarela, que já causou oito óbitos, entre 41 doentes registados na Huíla

Avaliar

Comentários (X)

Deixe um comentário...