Companhias aéreas norte-americanas recusam transportar troféus de caça

04-08-2015

As companhias aéreas United Airlines, a American Airlines e a Delta, decidiram proibir o transporte de troféus de caça. A proibição abrange as cinco espécies animais de grande porte mais procuradas neste tipo de caça, consideradas as mais difíceis de matar a pé: leões, leopardos, elefantes, rinocerontes e búfalos. Esta decisão surge após a polémica sobre a morte do leão Cecil, de 13 anos, abatido por um dentista norte-americano. Segundo informações da ONG Zimbabwe Conservation Task Force (ZCTF), o animal foi atingido por uma flecha, mas conseguiu sobreviver e fugiu. Mesmo assim os caçadores continuaram a perseguição até o encontrarem, matar com um tiro e, em seguida, Cecil foi esfolado e decapitado. Também mais recentemente, uma caçadora norte-americana Sabrina Corgatelli publicou no Facebook as fotografias que tirou nas suas férias na África do Sul, em que caçou vários animais, incluindo uma girafa, um antílope e um impala.

Avaliar

Comentários (X)

Deixe um comentário...