Carrasco de decapitações do Estado Islâmico é britânico de 26 anos

25-02-2015

O militante do Estado Islâmico que surgiu pela primeira vez no vídeo de decapitação do jornalista norte-americano James Foley, em Agosto do ano passado, conhecido como «Jihadi John», foi identificado esta quinta-feira, como sendo o londrino Mohammed Emwazi, de 26 anos. Mohammed Emwazi, que surge nos vídeos de rosto coberto, conhecido pelo sotaque britânico, estava presente nas decapitações do jornalista americano Steven Sotloff, do voluntário britânico David Haines, do taxista britânico Alan Henning e do voluntário norte-americano Abdul-Rahaman Kassig, também conhecido como Peter Kassig. Fontes do governo e a polícia não quiseram confirmar nem negar a notícia, alegando uma investigação anti-terrorismo em curso. Emwazi nasceu no Kuwai, mas cresceu em Londres, para onde se mudou aos seis anos de idade, e tirou um curso universitário de programação, antes de viajar para a Síria em 2012, onde terá mais tarde juntado ao Estado Islâmico.

Avaliar

Comentários (X)

Deixe um comentário...