A protecção à juventude no Zimbabwe

23-06-2015

A sociedade zimbabweana ficou boquiaberta com a recente declaração do Procurador-Geral da República, que num recente discurso público defendeu a não penalização do crime de abusos sexuais cometidos contra raparigas com mais de 16 anos de idade, dizendo que a justiça apenas deveria agir quando ficasse comprovado, de forma inequívoca, que não tinha havido consentimento da menor numa eventual violação sexual

Avaliar

Comentários (X)

Deixe um comentário...