"Coisas do outro mundo" na tragédia do Chapecoense

08-12-2016

Olhem se o avião do desditoso Chapecoense tivesse matrícula … africana! Estivesse ao serviço de uma companhia com sede, eu não diria em Pango Aluquém, em Dumba Cambango, mas, enfim, na capital do Ghana, vamos lá … Seria um ai Jesús salpicado de alusões ao “subdesenvolvimento”, ao “atraso”, à “falta de preparação para estas coisas”

Avaliar

Comentários (X)

Deixe um comentário...