• s

Teses sobre Feuerbach

Karl Marx

As Teses sobre Feuerbach (em alemão: Thesen über Feuerbach) são onze curtas notas filosóficas escritas por Karl Marx(provavelmente) em 1845. Eles explicitam a crítica das idéias de Marx sobre seu colega filósofo jovem hegeliano, Ludwig Feuerbach. Mas o texto é comumente visto como mais ambicioso do que isto, criticando o materialismo comtemplativo dos Jovens Hegelianos juntamente com todas as formas de idealismo filosófico.

As \"Teses\" identificam a ação prática (material e teórica ao mesmo tempo) como a única forma verdadeira de filosofia, concluindo: \"Filósofos se limitaram a interpretar o mundo de diversas maneiras; mas o que importa é transformá-lo\". (O seu original em alemão:\"Die Philosophen haben die Welt nur verschieden interpretiert; es kömmt drauf an, sie zu verändern\"). Enquanto o texto mostra a retenção da instância crítica do idealismo alemão, transpõe o criticismo em termos práticos, materiais e políticos (levando diretamente à posterior asserção de Marx de que o \"crítica às armas\" deve em algum ponto trabalhar para as \"armas da crítica\").

Marx não publicou as Teses sobre Feuerbach durante sua vida; foram mais tarde editadas por Friedrich Engels e publicadas em 1888acopladas no seu livro: Ludwig Feuerbach e o fim da filosofia clássica alemã, com o texto original emergindo em 1924 e em 1932 pelo Institudo de Marxismo-Leninismo de Moscou na Ideologia alemã. Os escritos na verdade compunham apontamentos para sistematizar outros escritos sobre os princípios de que Marx poderia escrever, claramente assim, um lembrete, a si mesmo, rascunho para servir de base para outros conceitos que Marx estava por criar.

Fonte: Angola Formativa


DESCARREGAR (PDF)

Deixe um Comentário

Deixe aqui o teu comentário ou a pergunta sobre o tópico para ajudar a comunidade ou para que a comunidade o ajude a si

Comentários

©2020 ASGLOBAL / Angola Formativa // Viana - Luanda - Angola | Webdesign AngolaBYDAS

Voltar ao Inicio